quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

50 Tons - Consideração Final

Oi Tucas!

Estou chocada com o que eu ando vendo o povo falando a respeito dessa trilogia...primeiro que para se ter uma opinião formada, a pessoa precisa ter ciência de todo o conteúdo e muita gente por aí anda reclamando e criticando o livro sem ter lido a metade!
E pelo que eu estou vendo as pessoas que criticam estão vendo apenas a superfície de um livro profundo e cheio de problemáticas sociais...não sei se a autora quis isso, mas ela mexeu com muitos tabus sociais da atualidade. Como dizia minha professora de literatura, "Vamos destrinchar isso!", vou citar os tabus e quem identificar mais algum me fala! :)

1- O mais gritante do livro é o sadomasoquismo, no caso o Grey é um sádico e a Ana sem saber se torna uma masoquista. Esse tipo de relação é muito mau visto na sociedade, as pessoas não entendem e não querem entender como isso funciona e quase sempre sequer sabe diferenciar. Esclarecendo: Sádico - Sente prazer ao provocar algum tipo de punição. Masoquista - Sente prazer ao ser punido. Punição não significa sentir dor...algo que é bem explícito no livro.

2- Relacionamento consensual entre Dominador e Submissa, outro tabu, mas que cresce muito nesse mundão a fora, sendo inclusive um serviço prestado e pago! Geralmente pessoas que tem muito poder, e sucesso se tornam submissos para poder ter um equilíbrio na vida....e não necessariamente há uma relação sexual entre eles.

3- Atração e Relacionamento entre um homem rico e uma menina humilde e inocente....o que pensamos na hora? É golpe! kkk Mas aí a autora mostra justamente o contrário, que apesar de inocente, Ana é uma garota de valores morais e custa a aceitar a vida bem sucedida de Cristian. Ela perde a virgindade com ele, então a referência de relação sexual que ela tem é com ele, logo, o que ele faz seria o correto, então não tô entendendo meio mundo chamando a garota de idiota...a não ser que estejam distribuindo manual de como fazer sexo corretamente, nas escolas e eu não tô sabendo! 

4- Machismo x Independência feminina, gente como isso acontece por aí....o tanto de mulher que quer correr atrás da carreira, mas o homem não aceita, e ambos vivem brigando por conta disso!

5- O uso de apetrechos e brinquedos sexuais, apesar de mais difundido, muita gente ainda tem muito receio de utilizar coisas diferentes durante o sexo. Mas gente, o que é de comum acordo é saudável, o que não pode é um forçar ao outro a fazer o que não quer e o que não se sente confortável.

6-  E por último, que particularmente EU achei esquisito, foi o S&M com a Ana grávida. Mas pra mim qualquer coisa envolvendo grávida é esquisito. Fiz um trabalho de faculdade sobre gravidez, e escrevi sobre sexo na gravidez, durante a pesquisa vi que tinha até filme pornô com grávida....respeito quem curte, mas EU acho estranho!

Eu achei o livro muito interessante e sensual, rico em detalhes e em situações que normalmente não temos contato, é uma trilogia que gera uma ansiedade e uma vontade de ler tudo de uma vez só. E se o livro não fosse bom não teria virado um best-seller...
Quando for comprar um livro que você não sabe se é do seu gosto ou não, leia críticas a respeito dele, e principalmente, leia a bendita sinopse que fica atrás ou na aba do livro! Não compre pela capa, ou porque tá em primeiro em ranking, nunca dá certo!

Até hoje eu não me conformo por ter comprado um livro chamado A Janela do Meio, achando que era A Janela do Medo...e no final fiquei reclamando que não tinha nada de assustar ou de suspense no livro! E só depois vi que o nome era outro! rs

Desculpa pelo post enorme, mas acho interessante porque as vezes a pessoa tá perdendo uma boa leitura por conta de meia dúzia que reclama sem saber do que tá reclamando.....tipo, compara com o livro de banca, que é erótico, tá, se a pessoa lê livro de banca qual o problema de ler esse??? Livro é que nem calcinha, uma coisa íntima e pessoal, cada um gosta de um jeito e interpreta de um jeito, e isso assim como tudo na vida tem que ser respeitado!

Bjo da Paty