quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Pensando de menos ou pensando demais?


Oi Tucas!

Muitas pessoas me perguntam porque eu tenho insonia ou porque não consigo dormir com facilidade como as pessoas normais já que tenho o sono pesado que pra acordar eh uma luta. Eu acredito muito no que falou meu medico, eu penso demais! Como assim?
Tem mulheres que pensam muito o dia todo, eu também penso mas a concentração, atenção e pensamentos permanecem em torno daquilo que eu estou fazendo, por exemplo, se estou cozinhando eu penso naquilo que estou cozinhando e em seus ingredientes. Mas quando chega a noite, no escuro e no silencio da casa tudo se transforma...minha mente vai longe, desde os lugares que gostaria de viajar ate o que fazer em determinadas situações e quando percebo já são 3 da manha. 
Não tenho insonia por preocupações da vida, tenho por conta de uma inquietude que não se acalma nem com os pensamentos mais angelicais, mesmo contando ovelhas...quando percebo algumas tropeçaram na cerca e caíram por cima de outras que desistiram de pular, uma bagunça boba e branca que me faz rir de olhos fechados. :)
Esse mesmo medico me passou um remédio que prometia desligar esse processo mental continuo e me permitiria dormir mais e melhor (apesar da insonia, raramente acordo cansada.). E assim comecei a tomar, e depois de algumas doses realmente ele desligava o botão pensar desenfreadamente e ligava uma tela preta, vazia, sem vida. E assim eu dormia.
Mas senti falta dos meus pensamentos, como assim uma mera bolinha poderia simplesmente acabar com aquilo que me fazia escapar da realidade, me fazia sair do meu próprio mundo? Parei.
Comecei a ler livros antes de dormir e isso funcionou porque meu mundo passava a ter uma historia, mas para alguém como eu um livro por mês não eh suficiente. Parei por enquanto...
E agora? Fico novamente no mundo das ovelhas que tropeçam nelas mesmas enquanto fico como um bife em uma frigideira na cama...e assim sigo com minha insonia, ate encontrar algo que sugue todas as minhas energias de tal forma que eu não consiga nem abrir as portas do meu mundo particular.

Bjo da Paty