sexta-feira, 9 de maio de 2014

Cães e Outros Bichos - Especial Cães

Oie!

Esqueci de postar ontem...juro! rs

Hoje eu lembrei, e são dois posts sobre cães que muito interessam que são cães com outros bichos e cães com crianças...hoje é cães com outros bichos!

Eu tenho 2 cachorros de pequeno porte, e eles costumam aceitar a maioria dos outros animais que eu resolvo trazer pra casa, como por exemplo:

Calopsitas
Patricia Gidi

Patricia Gidi

Pinto
Patricia Gidi

Patricia Gidi

Pato
Patricia Gidi

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Outros cães
Patricia Gidi


O Teddy é o nosso primeiro cão, então ele é o dominante em relação a Meg, mas eu sou a dominante em relação aos dois, e é isso que é importante saber sobre a possibilidade do seu cão aceitar ou não outro animal.

Toda matilha tem a sua hierarquia, é necessário para que se tenha um grupo forte e unido, e se o seu cão ou seus cães dominam a casa, você sempre vai viver em função deles....parece meio bizarro, mas é fato!

O seu cachorro te morder, ou morder alguém não é só simplesmente porque ele é brabo! Se ele te morde, é porque é ele o dominante na casa! Um exemplo é: coloque a comida dele...quando ele estiver comendo tente retirar .... se ele rosnar ou morder, pode crer que quem manda é ele!

Ah tá, mas e aí? Resolvo como agora que eu descobri que meu cachorro manda?

Primeiro perca o medo do cachorro...o medo exala feromônios que indicam para ele que você é submissa, pega com vontade, deixa rosnar, deixa chorar, reclamar...isso nada mais é do que ele brigando pela posição dele....quando for por a ração para ele, não deixe que ele se aproxime até que você permita, retire o pote no meio da refeição sempre que ele reclame quando você chega perto.

Quando for passear saia na frente dele, mantenha-o atrás ou do seu lado, seja firme e interceda sempre que o vir rosnando ou querendo atacar alguém ou alguma coisa, não permita que ele cheire os postes que deseja somente aqueles que você permita.

Não sou treinadora profissional, somente em casa e quando eu trabalhava com animais, sempre parti do princípio primitivo de lidar com animais...sem truques, sem trocas, somente medindo força e energia, e muitas vezes no grito! hahaha

Tanto que aqui em casa eu sou a referência deles, se o Fábio briga, eles olham pra mim esperando alguma reação....e impressionantemente se eu não brigar junto, eles não obedecem a ele....só de olhar eles já sabem o que eu quero.

Para tudo que acontece, por exemplo, um novo animal que chega, eu brinco primeiro e faço tudo primeiro enquanto mantenho-os de longe olhando....depois é que eles vão cheirar, daí seguro o outro para que seja cheirado e aí sim sob supervisão eles interagem....e ficam sendo observados até que se acostumem, mas mesmo assim fico sempre de olhos e ouvidos abertos para intervir sempre que haja um desentendimento.

Outro ponto é o respeito, o Ted aceita tudo que é bicho filhote...ele adota, chora junto, defende e tudo mais, já animais adultos, principalmente gatos, ele não aceita de jeito nenhum...principalmente se for maior que ele...ele respeita, fica lá no canto dele, não ataca se não vier pra cima dele, mas não costuma interagir...já a Meg não aceita gato de jeito nenhum, mas o resto é festa! Então eu respeito, cada um tem sua tolerância e não tem porque forçar uma situação...

Quem domina e quem é o dominado por aí hein?? Me conta!

Bjo da Paty