sexta-feira, 25 de julho de 2014

Cachorro Submisso - Especial Animais

Oie!

Quem nos conhece ou nos acompanha há um tempinho sabe ou já viu o Teddy enfiado em bolsas, caixas, sacolas e buracos em geral, e normalmente fala ou pensa: Tadinho dele, dona louca enfia o bicho em tudo que é lugar! A foto que mais causa aflição é a da caixa de boneca....não viu? Veja aí!

Patricia Gidi


Só que tem que ele gosta dessas coisas, eu acho que na outra vida ele era um tatu, porque desde sempre ele não pode ver um buraco que ele entra. E por gostar ele permite e até pede que a gente coloque ele em outros lugares, como bolsas, já que não dá pra entrar sozinho. Veja e entenda do que eu estou falando...

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Patricia Gidi



Isso acontece porque ele é um cachorro extremamente submisso e confia na gente, no caso eu sou a líder da matilha e aqui quem manda sou eu....logo, ele me obedece e faz tudo o que eu quero do jeito que eu quero, desde latir à comer. E você até pode achar extremo, mas na natureza é assim que as coisas acontecem, o líder da matilha é quem define quem e quando vai comer, quando dormir e quando acordar, ninguém ataca ninguém e nem tem liberdade pra fazer o que quer.

A hierarquia aqui em casa é muito respeitada, por isso o Teddy me obedece de prontidão, mas ignora quando o Fábio dá ordens, muitas vezes ele quando recebe uma ordem fica olhando pra minha cara esperando como se dissesse: é isso mesmo?

O mesmo acontece com a Meg, porém ela tem uma personalidade mais forte e não é tão permissiva quanto o Teddy, e o mesmo acontece quando eu pego algum cachorro para cuidar, no momento do banho e tosa, também é um momento de treinamento, por mais que seja pouco tempo dá pra se fazer muito e quando o tosador se tem essa mesma noção, consegue facilmente transformar um animal.....porque ali é o território dele e não do animal. 

Tenho diversas cicatrizes nas mãos, cansei de deixar cães que antes eram super agressivos por trauma de outras tosas e banhos, tranquilos e calmos, inclusive dormiam no banho....e assim minha vida se tornava mais fácil, os clientes ficavam felizes com cães tranquilos....não era fácil, mas não era impossível!

Um exemplo é uma nova cliente, uma york da minha vizinha que não virava de barriga pra cima de jeito nenhum, e chorava por tudo. Veja como está agora! 

Patricia Gidi

Patricia Gidi

Cachorro é tudo de bom, só basta entender que é um animal e não uma criança! :)

Bjo da Paty