sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Raças - Especial Cães

Oie!

Quase que não sai esse post, porque eu simplesmente esqueci...é gente, rotina não é comigo! :)

Vamos falar de raças, qual raça é mais adequada a cada estilo de vida, pois a escolha vai além da filosofia e da beleza. Cada raça possui seus prós e seus contras, e isso inclui os vira-latas, que adquirem dos pais suas vantagens e desvantagens também!


Então vamos começar por eles, os vira-latas! Eu acho esse nome mais fofo, mas há quem chame de SRD, ou sem raça definida, e quem chame pela raça de qual dos pais ele ficou parecido. É uma salada mista, tem de todos os tipos! rs
Eles costumam ser sociáveis, resistentes e com vida longa, podem adquirir as características dos pais, assim como as doenças genéticas, tornando se assim uma incógnita ambulante, também é difícil de prever o seu tamanho final...muitos dizem que pelo tamanho da pata da pra saber, mas já vi muitos com patas enormes e baixinhos! rsrs







Os cães de companhia, são aqueles que vão de pequeno a médio porte, são aqueles que ficam ali do seu lado pra toda a vida, algumas raças são bem ativas como beagle e teckel, e outras nem tanto como yorkshire e poodle, porém a maior parte se adaptam ao estilo de vida do dono...









Patricia Gidi
Eu tenho 2 yorks, o Ted que parece mais enfeite da casa e a Meg que tá sempre atrás de mim e pronta pra brincar a qualquer momento. O que é importante saber é que cada raça tem suas especificidades, que devem ser detalhadamente pesquisadas antes da decisão final.








São animais delicados, costumam ter problemas de pele e de ouvido com muita facilidade, e aqueles que possuem o nariz achatado como o pug costumam ter problemas com o nariz e região dos olhos, porém isso tudo ocorre quando o animal não é tratado conforme a raça pede. Os cães de pequeno e médio porte costumam ter uma longevidade maior que os de grande porte...eu já tratei um pequinês de 22 anos!!!! Foi o meu cliente mais velho!






Os cães de trabalho e\ou cães de guarda, são animais mais adequados para quem mora em casa com quintal, ou que moram em apartamentos grandes com vida ativa, quando não são adestrados para a guarda são animais sociáveis e naturalmente protetores, podendo causar acidentes se o dono não tiver conhecimento sobre a raça, e isso inclui o simpático labrador que pode ser um animal muito agressivo se não for tratado de acordo....aliás, todos os cães e todos os animais oferecem riscos se não forem tratados adequadamente!!!

Eles precisam de espaço para se exercitar e espantar o tédio, o tédio é um fator gerador de agressividade e manias, então manter o animal distraído e se sentindo útil é a solução.
As raças mais aquáticas como labrador, golden retriever, costumam ter problemas de ouvido, esses também junto com raças como rottweiler e pastor alemão, costumam também ter problemas de origem genética nas articulações das patas traseiras, chamada displasia coxo-femoral, por isso um bom condicionamento físico é importante. Apesar dos problemas, são animais muito inteligentes, fiéis e protetores. Não é a toa que se utilizam muito dessas raças para o trabalho como cães-guia, cães policiais e de resgate.




E por último mas não menos importantes, o grandes cães, cães de grande porte, ou gigantes, começando com o brasileiríssimo fila brasileiro, seguido pelos são bernardo e o dog alemão como exemplos dessa categoria de cães. São animais que precisam de muuuito espaço, e de muita dedicação do dono, principalmente os de pelo longo como o são bernardo.














Eles também costumam ter problemas nas articulações, entre outros que eu não tenho intimidade para falar. São cães ativos e versáteis, pois podem ser usados como cães de trabalho, cães de companhia e cães de guarda....vai dizer que um dog alemão não mete medo? Já tive um cliente que dentro de casa era um pit bull, fora de casa era uma barbie...vai entender!









O são bernardo, assim como outros de pelo longo dão um trabalho que vocês não tem ideia, dar banho e secar com secador é algo que leva um bom tempo...mas é muito bom dar banho num dia de verão e eles se sacudirem te molhando toda! Já tive essa oportunidade e adorei!

Cães gigantes possuem um custo muito elevado de cuidados, os de pelo longo mais ainda, o banho em um pet shop por exemplo pode chegar a mais de 100 reais!







Ou seja, antes de comprar, adotar, e até de aceitar uma doação de qualquer animal que seja, pesquise, pra não acontecer como acontece muito por aí da pessoa não se adaptar a personalidade do animal, e dar pra outro ou largar na rua. Os bichos se apegam a gente e sofrem muito ao se separarem da "família", alguns entram em depressão e morrem mesmo!

Espero que tenham gostado desse super resumo, baseado na minha experiência de trabalho com animais! :)

Bjo da Paty